Blog

Marzipan, o gato amendoado

Falamos tanto no Franz Strüdel, mascote da Hy, mas a verdade é que o Marzipan que o é. Foi. Ele apareceu aqui na fábrica, provavelmente atraído pelo cheiro bom, e ganhou nossos corações.

Marzipan é um gato clarinho, amendoado e gostoso, como nossa trufa. Imediatamente nos apaixonamos, pois ele é um gatinho bebê, humilde, órfão; estava perdido e agora se achou. Não podíamos ficar com ele aqui – uma fábrica não pode ter um bichano em seu território.

O adotamos por dois dias, enquanto buscávamos para ele uma casa. E ele se foi. Assim como veio, agora já encontrou um lar. Marzipan vai ser feliz, ganhou cuidados médicos, vacina, banho, e agora está feliz na casa de sua nova dona, que, tenho certeza, o cuidará com todo cuidado.

Qual a relevância dele para nós? Toda. Trabalhamos com pessoas, para pessoas, e em uma fábrica de produtos sem ingredientes de origem animal. Trabalhamos para um mundo melhor, em que um docinho é possível, em que a sustentabilidade e o bem estar de todos é nosso foco.

Assim como Marzipan invadiu nossa história, muitas pessoas virão. E muitos doces. E espero que com esse conto bobo possamos ter um pouco de esperança no amanhã, que pode sempre ser melhor.

Que venha a folia e que possamos acreditar na alegria de uma vida de doçuras.

Projeto vida é o novo preto

Saco vazio não para em pé, já diziam todas as mães e avós. A verdade é que necessitamos de energia para tudo na vida, para todas as nossas atividades diárias, inclusive para dormir. A energia vem da alimentação, e quanto mais qualificada for nossa ingestão de alimentos, maior será nossa disposição para o dia-a-dia.

Importante é considerar, entretanto, que essa ingesta é proporcional ao nosso ganho de peso, se formos preguiçosos nas atividades que gastam essa energia que colocamos para dentro de nossos corpos. É matemático: o que você come vira força para tudo o que você vai fazer que exija esforço. E isso quer dizer também fazer exercícios – que são tão necessários ao equilíbrio do corpo quanto escovar os dentes e tomar banho.

Na hora de escolher o lanchinho pré-treino (ou pós, também), temos que pensar em nossos objetivos: quero apenas fazer a compensação da energia que vou despender no exercício, quero emagrecer, quero construir massa magra? Tudo faz diferença.

Aqui na Hy temos opções para todos, e isso não é propaganda, é fato: nossas trufas são pouco calóricas, têm uma quantidade limitada de açúcares e são plenas de gorduras boas, uma boa opção de energia ANTES do treino. Já nossos fudges, mais calóricos, porém, superproteicos, são uma boa pedida para o DEPOIS do treino, quando estamos dando força para a construção de massa muscular.

A proteína é a substância mais encontrada em nosso corpo depois da água – a hidratação antes, durante e após os exercícios também é fundamental. Ela está na formação dos tecidos e participa de diversas funções vitais e hormonais. Concentra-se nos músculos, ajuda a compô-los e recompô-los após o treino, por isso sua reposição é indispensável.

Segundo a personal trainer e formanda em Nutrição Carol Martins, “todas as refeições devem ter proteína, carboidrato já depende da dieta de cada um”. Carol explica que “para antes do treino, o carboidrato dá energia, e a proteína é também é muito importante”, mas complementa: “no pós-treino a proteína já é essencial, para recuperação muscular”. E finaliza: “como a maior dificuldade das pessoas, quando estão buscando uma alimentação saudável, é encontrar opções com proteína e carboidrato, lanchinhos com esses dois nutrientes são bem-vindos”.

Não deixe para o próximo ano o “projeto verão” que foca em emagrecer e ficar bonitinhx para a praia. “Projeto vida” é o novo preto: hábitos saudáveis o ano todo, alimentação de qualidade, exercício físico e muito sol e lazer.

Record TV: Empresas investem em “lixo zero”

Felizes em mostrar o que fazemos para um mundo mais sustentável na Hy. Esperamos inspirar mais pessoas.🌱💚

Dicas para um Carnaval mais leve

O carnaval tá aí e as dicas que elaborei para você cair na folia sem enfiar o pé na jaca. Ou para saber como sair dela depois…

👉Use e abuse da água. A ideia é sempre que pensar em tomar uma birita, tomar um copo d´água. Assim você aproveita a festa deixando o corpo hidratado. E não exagere! Álcool em excesso sempre dá ruim! 😉

👉Mantenha-se alimentado. Se estiver sem fome, aposte em lanches frios, sanduichinhos, vitaminas, saladinhas. O tomate é um baita ingrediente para esses dias de folia – e contém bastante água.

👉Se você cair na folia e enfiar o pé na jaca, que tal diminuir o ritmo nos dias seguintes para um detox? Evite vegetais verde-escuros, que podem causar gases e azia, e hidrate-se, passe uns dias sem cometer excessos, sem frituras, sem álcool, e tente comer mais vegetais.

👉Aproveite para controlar alimentos ultraindustrializados, farinhas brancas e grãos refinados, proteína animal e alimentos com agrotóxicos, que podem ser prejudiciais em época de excessos. Você pode, também, abusar do repolho, excelente fonte de vitamina C, fibras e minerais como cálcio e fósforo, tudo que você precisa para desintoxicar o organismo após o festerê.

👉E lembre-se: tome muita, mas muita água mesmo. Sucos verdes, chás e chimarrão também são opções lindas.

⚠O mais importante, neste Carnaval, é, como diria Sandra de Sá… ⚠

🎶[…] vou jogar fora no lixo, vou jogar fora no lixo, jogar fora no li-ih-ih-ih-xo!… joga, joga, joga, joga joga, joga, joga fora! […] 🎶

[Foto: Lenara Petenuzzo]

Carnaval Sustentável? Temos!

Na última semana, montamos uma caixa de Carnaval Sustentável para fazer barulho. Enviamos a alguns jornalistas, amigos, nutricionistas e pessoas que julgamos interessadas nos mesmos propósitos que nós. Acompanhando a caixa, foi uma cartinha minha, que reproduzo abaixo, esperando inspirar mais pessoas.

“Olá, sou a Biba Retamozo, chef de confeitaria. Abri recentemente uma fábrica de doces orgânicos, gluten-free e plant-based, com sede em Porto Alegre, a Hy Organic Food. Nosso propósito é ajudar a mudar o mundo pela alimentação. Acredito que temos muito em comum, por isso te procuro.

Aqui na Hy, estamos sempre em busca de novos mixes de ingredientes e deliciosidades. Nossa missão é adoçar todos os paladares com sobremesas saudáveis. Faço e controlo todos os processos, com uma equipe totalmente girls power ! E como nossos pilares incluem, além do SABOR e da SAÚDE, a SUSTENTABILIDADE, e estamos em época de folia, te envio um KIT DE CARNAVAL SUSTENTÁVEL.

Nossa caixa contém:

  • GLITTER VEGANO, para que você possa se embelezar sem agredir o meio ambiente;
  • CONFETE e SERPENTINA elaborados com material reciclado, para uma bagunça responsável;
  • BLOQUINHO e CANETA para anotar o contato do crush – deixe o celular em casa!;
  • SAQUINHO DE TERRA e TAG DE PAPEL SEMENTE, para ressignificar o lixo que for produzido e transformá-lo em lindas margaridas;
  • DOCINHOS ENERGÉTICOS, para manter o corpo bem nutrido;
  • ECOBAG para carregar todos esses badulaques sem deixar de aproveitar a festa.

Esperamos que nos ajude a multiplicar essa mensagem, alimente-se bem nas festas e tome bastante água. Ah! Não se esqueça de destinar corretamente os resíduos dessa brincadeira à reciclagem. E aproveite, a vida é maravilhosa se pudermos brincar preocupados em deixar um mundo lindo para as próximas gerações. Porque esse é o verdadeiro sentido de tudo!

Sabor, saúde e sustentabilidade, nossos pilares. Health Yourself é Hy, a doce indulgência possível.”

A ação fez tanto sucesso que vários clientes vieram solicitar a compra do kit de Carnaval. Infelizmente, foi apenas uma brincadeira, e tenho certeza que cumpriu o seu papel: chamar atenção para uma folia responsável.

Pelo desenvolvimento sustentável

A Hy nasceu grande, porque se não é pra ser sustentável, nem me convida. Mas a sustentabilidade é um desafio. Segundo a Agenda 2030, elaborada em 2015 pelos países da Organização das Nações Unidas (ONU), são muitos os objetivos globais para o desenvolvimento sustentável. No senso comum, reciclar lixo é um começo, mas o buraco é mais embaixo: temos que lutar por segurança alimentar e água potável para todos; pela erradicação da pobreza; por saúde e qualidade de vida; educação e igualdade entre os sexos; investir em energias renováveis e acessíveis; promover trabalho digno e desenvolvimento econômico, reduzindo as desigualdades; incentivar hábitos de consumo responsáveis; agir contra a mudança global do clima, pela vida na água e na Terra; e, sobretudo, buscar paz, justiça e instituições eficazes.

Ufa! Resumindo, segundo a ONU, sustentabilidade é “o atendimento das necessidades das gerações atuais, sem comprometer a possibilidade de satisfação das necessidades das gerações futuras”. Dito isso, pensamos, como pequena empresa, como podemos nos encaixar nesse processo?

Começamos por aqui com passos de formiguinha: somos um grupo de mulheres que trabalham em sinergia para o nosso bem-estar – e de todos ao redor, famílias, fornecedores, clientes -, gerando um ciclo econômico justo e de valorização do trabalho – das indústrias, dos produtores rurais, das empresas com as quais trabalhamos. Utilizamos insumos orgânicos, colaborando para o desenvolvimento da agroecologia, temos salários justos e buscamos o crescimento em conjunto.

Além disso, primamos muito pela qualidade no ambiente de trabalho e segurança alimentar, afinal, um dia-a-dia leve e saudável permite uma maior qualidade de vida e dá ânimo para que possamos alcançar a mão a quem precisa. É tudo um ciclo. É trabalhar por Pessoas, Prosperidade, Paz, Parcerias e pelo Planeta.

Muito importante nesse processo é, sim, nossa pegada de consumo. Atualmente, apenas 2,5% dos resíduos gerados no Brasil são reciclados. Em Porto Alegre, a cidade encaminha os resíduos das casas e estabelecimentos comerciais para um aterro sanitário localizado a 120 km da capital. O envio diário de 1.500 toneladas de lixo custa mais de R$250 milhões de reais ao ano, sendo o terceiro maior custo da prefeitura da cidade. Além do impacto financeiro com o envio desses materiais para aterros, deixa-se de gerar renda e emprego no beneficiamento dos resíduos, além de uma vastidão de impactos ambientais.

Por isso temos o apoio da Arco – Ações para Reciclagem e Compostagem para treinamento de colaboradores, coleta regular e correta destinação dos resíduos, mensuração dos impactos positivos e comunicação externa desses indicadores. Fazemos por aqui nossa parte, separando o lixo seco do orgânico, destinando resíduos à compostagem, realizando a destinação correta de todo lixo e fomentando o mercado e cooperativas de reciclagem de uma forma responsável

Em 2019, com a coleta da ARCO, as 58 empresas parceiras da empresa evitaram que 345 toneladas de resíduos fossem enviadas a aterros sanitários. Em média, 90% do que foi coletado virou reciclagem ou compostagem. A Hy estava nascendo, mas já estávamos nesse projeto há mais de três anos. Esse resultado é INCRÍVEL, e temos muito orgulho de fazer parte dessa história.

Outra ação de formiguinha por aqui é evitar o desperdício de materiais, utilizar embalagens recicláveis e reutilizáveis e estimular o reaproveitamento de potinhos. Pode ser para colocar temperos, para plantar mudinhas – com nossas tags de papel semente, por exemplo -, o importante é não jogar aquele insumo que ainda pode ser aproveitado no lixo de forma irresponsável.

Muitas novidades ainda estão por vir, e contamos aqui para vocês cada passo rumo a um futuro melhor – para todos. Seguimos!

Geleia escura é defeito?

Você deve ter percebido que a cor de nossa geleia de frutas vermelhas é mais escura do que as geleias tradicionais que encontramos por aí. Isso é um defeito? Claro que não! E vou te explicar porquê.

Quando a fruta sai da sua posição de “in natura” (ou mesmo se estiver congelada) e é manipulada – no caso da nossa geleia usamos morangos, framboesa, hibisco e maçã -, ela “sofre” a ação do oxigênio e do cozimento e passa por um processo denominado oxidação enzimática. Mas, hein?

Isso significa que suas enzimas oxidam, não quer dizer que as frutas estragam. O escurecimento enzimático de frutas acontece pelo contato dos seus compostos fenólicos com o oxigênio, resultando o desenvolvimento de enzimas que causam seu escurecimento. É diferente de quando a fruta escurece por envelhecimento; o processo é parecido, mas nesse caso é resultado da ação de micro-organismos.

O escurecimento pode ser um objetivo no processamento de alguns produtos como ameixa seca, café, cacau. É indesejável, porém, quando afeta muito a aparência do produto e quando há perda nutricional, diminuição da vida útil do alimento ou mesmo formação de sabor desagradável.

Então a geleia perde nutrientes? Fato é que todo processamento (nesse caso, cozimento) gera uma perda nutricional, mas como a cocção de nosso doce se dá em baixa temperatura, ela é mínima. Também não há diminuição da validade do produto, pelo contrário, o método de confiture utilizado para a elaboração da geleia é na realidade uma forma de aumentar seu tempo de vida – uma espécie de conserva.

Mas o mais legal é que utilizamos açúcar mascavo no preparo. E ele é beeeem escurinho. Isso dá toda característica de nossa torta de frutas vermelhas, pois ela é preparada com o açúcar mais nutritivo que existe.

É diferente do que estamos acostumados, mas o que é uma perda estética quando estamos ganhando saúde?

[Foto: Lisa Roos]

Docinhos com grão de bico

Você costuma fazer cara feia, por preconceito ou desconhecimento, para o grão de bico? Pois saiba que ele é a base de nossos fudges. Depois que ele chega aqui na fábrica, o transformamos em uma farinha pra lá de especial que substitui a farinha de trigo, tornando o doce sem glúten. Whaaaat?

Popular no Mediterrâneo, no Oriente Médio e na Índia, o grão de bico (Cicer arietinum) é uma leguminosa de alta densidade nutricional, importante para a saúde da mulher (reduz os sintomas da TPM) e para controle de glicemia – ótimo para diabéticos. Além disso, contém alto valor proteico, carboidratos, fibras e vitaminas C, E, D, K, cálcio, fósforo, ferro, magnésio e minerais e gorduras saudáveis (isento de colesterol).

Optamos por utilizá-lo também por sua grande quantidade de amido, que dá a “liga” que necessitamos no brownie e oferece um bom aporte de energia, com a diferença de que, como possui muitas fibras, traz uma grande sensação de saciedade. Ou seja, transforma o docinho numa opção saudável que adoça e alimenta, sem deixar espaço para exageros.

Há inúmeras outras vantagens. Como possui celulose na casca, por exemplo, estimula o funcionamento dos intestinos, sendo muito bom para nossa digestão. Estudos apontam também que ele é importante na prevenção de doenças cardiovasculares, e no tratamento de vários tipos de anemia.

A melhor parte, porém é que sua composição traz uma grande quantidade de triptofano, que produz serotonina no corpo humano. Ou seja, traz uma deliciosa sensação de satisfação e confiança. Bora comer grão de bico?

Entenda o que são doces processados

Vamos começar pelo óbvio: a Hy Organic Food é uma fábrica. Isso significa que processamos alimentos, e quer dizer que nosso dia a dia é manipular ingredientes para chegar em produtos. Todo alimento que é finalizado pela indústria sofre processamento. Uma marmita vegana que você encomenda da vizinha também é processada, mesmo que artesanal. Nossos doces, logo, são processados.

A diferença é quando falamos em aditivos utilizados pela indústria, aqueles nomes complicados, sabe? O problema é o ultraprocessamento. Aqui na Hy não utilizamos aditivos estranhos nem conservantes. Nossos doces são feitos a partir de ingredientes selecionados e têm um tempo de vida menor que a maioria dos produtos do supermercado porque primamos pela qualidade e pela saúde de vocês. É uma vantagem, porque daí você sempre come o docinho fresco.

Dito isso, a ideia aqui no blog é conversar com vocês sobre nossos produtos e processos, e estamos sempre à disposição para o debate. A Hy é uma empresa que fabrica doces inclusivos, para todos os paladares. E como optamos por uma linha de alimentação mais saudável, fazemos algumas opções fora da caixa. Por exemplo gostamos de colocar cúrcuma nos docinhos. Você já experimentou? Fica uma delícia – e faz bem à saúde.

Outra opção que fizemos no início do nosso projeto foi basear nossa linha de doces em frutas oleaginosas, que contêm uma importante densidade nutricional. Daí a gente pode comer sem se preocupar, sabendo que o lanchinho não está representando uma caloria vazia.

Tem açúcar? Sim! Todos os nossos doces, por enquanto, são elaborados com açúcar mascavo, o mais nutritivo de todos, mas isso não significa que você vai engordar comendo. Significa apenas que, como em tudo na vida, você deve ter parcimônia, mas não precisa se privar do docinho. Agora se realmente prefere – ou necessita – de opções sem açúcar, temos uma novidade: estamos desenvolvendo nossa linha dietética. Temos apenas o spoiler, mais informações em breve!

Essa é a Hy: uma empresa transparente, que torna o doce uma indulgência possível. Nossos pilares são sabor, saúde e sustentabilidade. Na sequência conversaremos muito sobre isso!

[Foto: Lisa Roos]

Categories: Blog Tags:, ,

Dia de festa: um mês de Hy!

A Hy nasceu há tempos no meu coração, quando comecei a me encantar pelos orgânicos. Há anos venho buscando uma confeitaria fora da caixa, mas ainda operando dentro dela. A Maria Bolachinha, minha empresa anterior, trabalhava com doces tradicionais, personalizados, eventos mimosos e muito açúcar. Uma delícia!

Mas há um ano decidimos que era hora de tocar a fábrica como forma de padronizar a produção e também de crescer. A primeira ideia era industrializar doce de leite e derivados, doces com doce de leite – o produto mais vendido da Bolachita. Mas esbarramos na dificuldade de trabalhar com insumos de origem animal. Quer notícia melhor para quem ama a alimentação plant-based?

Daí caiu a ficha: tínhamos que entrar no furacão dos novos tempos. Foco na saúde, no vegetal, e por que não apostarmos também em retirar o glúten de tudo? Uma fábrica estéril, sonho de consumo. E assim nasceu nossa linha de sobremesas, que após muitos testes – era tudo muito novo pra mim, e não sou engenheira de alimentos (sou uma cozinheira jornalística) -, criamos nossa linha de doces.

E há exatamente um mês o sonho tomou forma, em um evento lindo, concebido com muito carinho com o apoio da Fê Pandolfi e equipe, a Conta Pra Mim Filmes, a Re-Paginada e a Petit Personalisé. Com direito a lanchinhos veganos da Chef Belle e as delícias da Casa Holtz. Um brunch redondinho, repleto de amigos, colegas de forno e fogão e jornalistas e nutris antenados, que estão na mesma sintonia que nós.

Esse post comemora um mês de muito aprendizado, muito network (a Eve Scherer e a Carol Martins têm nos ajudado bastante, só agradeço! e tenho orgulho de apoiarmos o projeto lindo Me Foca), e muito trabalho. Temos um estoque brilhando para ganhar o mundo, e estamos conquistando esse espaço dia a dia. A Luciane Arndt, nossa Coordenadora Comercial, passa os dias correndo atrás do nosso crescimento, levando amostras e conversando com nossos clientes. Fizemos o Natal e o Réveillon de várias pessoas, que confiaram em nossas delícias e espalham a notícia de que fazemos doces para todos, mesmo os chocólatras que mais amam açúcar.

Sabor, saúde e sustentabilidade são nossos guias, a cada dia temos um desafio a enfrentar. Todo ingrediente que entra vira doce, em sua totalidade. Todo lixo que produzimos é destinado da forma correta. É um trabalho e tanto! Mas o fazemos com amor – e muito estudo. Reforçamos aqui nosso compromisso com doces inclusivos, gostosos e o mais legal, conectados com a nova era. Seguimos!

[Fotos Lenara Petenuzzo]