Blog

Das letras às panelas ou O Dia do Jornalista

Sempre li muito, e com pai escritor e poeta, acabei na faculdade de jornalismo. Rádio, TV, jornal, revista e o nascimento do conteúdo de internet. Sou do tempo que a gente fazia página de web no código, mas vocês provavelmente nem entendem do que estou falando. Fiz roteiro de cinema para wap, mas certamente vocês não sabem o que estou dizendo. A verdade é que há 17 anos me formei jornalista.

De lá pra cá, o “mercado” de notícias virou do avesso várias vezes. Costumo brincar que hoje, se tivesse que voltar às letras, precisaria de outra formação – os tempos são outros.

Especialmente agora, os tempos são um salto no escuro, estamos todos juntos tentando sobreviver ao coronavírus. E é exatamente por isso que o jornalismo é tão essencial nesse momento, e me orgulho muito de fazer parte dessa turma.

Através do jornalismo, podemos ter acesso a notícias reais sobre a pandemia, fiscalizar os poderes que estão na linha de frente das decisões, ver o trabalho impecável dos profissionais de saúde que se arriscam diariamente, combater a desinformação e as fake news, salvar vidas. O jornalismo, hoje e sempre, é um baluarte da sociedade, uma das bases sobre a qual confiamos a condução das nossas vidas com clareza.

E por isso ele é tão importante. Mas dele saí para a alegria da cozinha, para o prazer de alimentar pessoas. Das letras às panelas, trilhei um caminho de formiguinha, no qual comecei fazendo docinhos e apoiando chefs voluntariamente em eventos, e cheguei à Hy, a menina dos olhos para a doidinha da sustentabilidade que sou.

Nunca, porém, o jornalismo saiu de mim, pois é uma formação que se leva para a vida, um caminho sem volta. Espero que através dele possamos conversar de forma transparente sobre o trabalho que executamos aqui na fábrica. E que, entre uma notícia e outra, possamos curtir um café com trufas.

Feliz Dia do Jornalista!

Muffins de azeitonas

Para quem tem poucos ingredientes em casa, uma receita gostosa para o café da manhã ou lanchinho. Praticamente tudo pode ser substituído se a despensa estiver quase vazia. Confira então a dica da chef @bibaretamozo para fazer muffins vegetarianos.
.
Muffins de azeitonas
.
Ingredientes
180 g Farinha de trigo (ou qualquer outra opção sem glúten, mix de farinhas, aveia, centeio ou mesmo amaranto, grão de bico, etc.)
1 cs Fermento químico
3 unidades Ovos (ou 2cs de farinha de linhaça dourada hidratada)
150 g Gruyère ou parmesão (ou qualquer outro queijo que derreta)
100 ml Azeite (ou qualquer outra gordura)
100 ml Leite (pode ser vegetal ou mesmo água)
200 g Azeitonas pretas (pode ser tomates secos, cenoura ralada, salsinha com castanhas do Pará, abobrinha, tomatinhos com amêndoas, alho-poró… o céu é o limite)
.
Modo de Preparo

  1. Misturar os líquidos ao mix de secos delicadamente, cuidando para não desenvolver demais o glúten (caso esteja usando farinha tradicional);
  2. Agregar o queijo ralado e as azeitonas cortados (ou seus substitutivos) picadinhas;
  3. Colocar em forminhas pequenas (não precisa untar);
  4. Assar a 180°C em forno pré-aquecido por 25 minutos.

[Foto: Lisa Roos]

Receita de bolo: Branca Maluca

Melhorar a imunidade é algo que podemos – e devemos – fazer o ano inteiro, em todas as épocas das nossas vidas. Comer gengibre, cúrcuma, tomar suco verde, tudo isso deve ser dia-a-dia. O bom mesmo na #quarentena é comer bolo. Vamos a uma receitinha?
.
A chef @bibaretamozo, que prefere tortas elaboradas de cinco camadas, geleias e etc. etal, resolveu criar esse bolinho bem simples de elaborar. Como a ideia é descomplicar, aí está a nossa Branca Maluca aí? Vamos juntos!
.
Branca Maluca (com opção vegana)
.
Ingredientes
👉 3 ovos ou 2 colheres de sopa de farinha de linhaça hidratada
👉 11/2 xícara de chá de açúcar mascavo
👉 2xícaras de chá de farinha de trigo integral ou mix de farinhas sem glúten
👉 1/2 xícara de chá de óleo (ou qualquer outra gordura, só não use margarina, por favor; obrigada, de nada)
👉 1 colher de sopa de fermento em pó
👉 1xícara de água ou leite (convencional ou vegetal)
.
Recheio
👉 8 trufas 50% cacau da @hyorganic (pode ser bombons ou gotas de chocolate)
.
Cobertura
👉 200g de chocolate vegano 60% cacau
👉 1/2 xícara de leite vegetal (usei leite de coco)
.
Modo de Preparo
1) Bata os ovos com o açúcar, até que fique bem aerado. Desligue a batedeira e acrescente o óleo, e a farinha aos poucos. Se estiver fazendo a opção vegana, basta misturar os ingredientes.
2) Adicione a água e, por último, o fermento em pó, mexendo delicadamente. Coloque em uma forma untada e enfarinhada e distribua as trufas no meio da massa.
3) Asse em forno pré-aquecido com temperatura média (180 graus) por aproximadamente 40 minutos.
4) Desenforme quente e finalize como ganache vegano.
.
Obs.: Os ovos podem ser substituídos também por aquafaba (água do cozimento do grão-de-bico) batida como se fosse merengue. Ela deve estar gelada e ficar na batedeira por pelo menos por cinco minutos. Meia xícara é suficiente

Dia da Mentira ou Mitos sobre alimentação vegana

Hoje é o Dia da Mentira – o famoso Dia dos Bobos. Selecionamos os mitos mais difundidos sobre alimentação vegana para você entender que nem tudo é o que parece. Ser vegano pode ser delicioso e divertido – confere aí!

👉 Veganos só comem salada: MITO! Você já se deu conta que nosso tradicional arroz com feijão é uma refeição vegana? E completa! Ainda pode colocar farinha junto – porque é de mandioca, uma planta. Se está buscando entrar nessa onda, busque orientação nutricional e veja que pode introduzir inúmeros ingredientes na sua alimentação, desde grãos e cereais até, ok, um pouquinho de salada; 🌱🌱🌱

👉 Pessoas veganas são hippies, bicho-grilo, fazem yoga e só tomam kombucha: NÃÃÃO! Veganos são todas as pessoas que decidiram retirar ingredientes /produtos de origem animal da vida; 🧘‍♀️🧘‍♀️🧘‍♀️

👉 Veganos sabem escolher avocados: NADA A VER! Só porque a pessoa decidiu ser vegana, muito provavelmente pelo bem-estar animal, não significa que ela se tornou uma especialista em biologia, plantios e melhores frutas; 🥑🥑🥑

👉 Quem opta pela alimentação vegana toma leite de amêndoas todos os dias: NO WAY!!! Existe um sem número de opções de leites vegetais e, pasmem, imagina se o vegano não gosta de leite? Meu mundo caiu! 🤣🤣🤣;

👉 Nutrição vegana não inclui junk food: UMA PENA, mas é MITO!!! Para substituir os ingredientes de origem animal, muitos produtos podem ter aditivos e gorduras demais. Bom seria se todo vegano comesse mais saudavelmente – na verdade melhor seria se todos nós comêssemos mais saudavelmente, não??? 😉😉😉

👉 Alimentação plant-based não permite crescimento muscular: OI??? Vocês já perceberam que diversos atletas e fisiculturistas não comem nada de origem animal? Hello!!! 💪💪💪

👉 Doces veganos são ruins: ERRADO! Os nossos docinhos são deliciosos. Já experimentou? 😋😋😋

Não é sobre comer salada, é sobre respeitar os animais. Sacou?! 😂😂😂

Dia da Saúde e da Nutrição

Hoje é o Dia da Saúde e Nutrição. Aproveitamos para destacar o trabalho das nutricionistas e profissionais de gastronomia que estão se virando para disponibilizar receitas e instruções para quem está em isolamento social.

https://www.instagram.com/gurianatureba/: a arquiteta Mariana Weckerle mostra de tudo um pouco, desde receitas até dicas de saúde e bem-estar para o enfrentamento da quarentena;

https://www.instagram.com/nutricionistavanessaleite/: a nutri oferece atendimento online e dá dicas de sobrevivência alimentar nesta época difícil;

https://www.instagram.com/nutricrystalmuller/: traz receitas saudáveis e fáceis de executar, como nhoque, purê e bolo;

https://www.instagram.com/nutricionistajulianarocha/: Juliana adaptou sua realidade de atendimentos ao mundo virtual, segue atendendo seus pacientes e disponibilizando informações de apoio para bem-estar nutricional e emocional;

https://www.instagram.com/carinaborges_nutridermatof/: a fisioterapeuta dermatofuncional tem publicado conteúdos de autocuidado e informações sobre como fortalecer a imunidade em meio à pandemia;

https://www.instagram.com/greicefurlanettonutri/: a nutricionista está prestando atendimento online desde o início da quarentena, e oferecendo receitas fáceis para quem está em casa;

https://www.instagram.com/nutricriszinelli/: em um perfil cheio de vida,inúmeras receitas, desde sopas e lanches, até refeições completas;

https://www.instagram.com/nutri_fabikirsch/: Fabiana sempre publicou conteúdos sobre emagrecimento, saúde física e mental, e agora reúne receitas e dicas para imunidade e para quem tem dificuldade de cozinhar durante a fase de isolamento;

https://www.instagram.com/nutricionista_julianabueno/: Ju segue atendendo virtualmente,e todos os dias publica pratinhos simples para executar com os ingredientes que temos em casa;

https://www.instagram.com/nutriisadoraflores/: a nutricionista Isadora Flores dá informações sobre imunidade e estimula o aproveitamento de insumos, sem desperdício;

https://www.instagram.com/luanafloresnutri: dicas completas para imunidade,autocuidado, exercícios físicos e até para limpar vegetais. Uma delícia de perfil!

https://www.instagram.com/nutrianaweber: consultas online e receitinhas fáceis de elaborar nos dias em que estamos em casa;

https://www.instagram.com/nutrimarinavianna: um guia completo de sobrevivência na quarentena, inclusive com dicas para suplementação vitamínica;

https://www.instagram.com/maribelmelos: em parceria com a chef @eu.camisouza, criou o grupo Apoio na Prática, com atendimento online, suporte via whatsapp e ebooks;

https://www.instagram.com/gabrielamelos: Gabriela compartilha receitas e sugestões de pequenos empresários que estão ativos fornecendo alimentação saudável para esse difícil momento;

https://www.instagram.com/nutricrisparizotti: criou o projeto #desafiofiquecomvoce, com orientações de autocuidado, saúde e nutrição.

Com essa pequena amostra de empatia, fica nossa homenagem – e certamente deixamos um mundo de profissionais competentes de fora – àqueles que encontraram na crise uma forma de ajudar ao próximo. Vamos juntos!